DEA dá andamento aos projetos de construção de sete novos fóruns no Estado

23/04/2019 11:29:39




Sete comarcas do Poder Judiciário de Santa Catarina estão mapeadas para receber seus prédios. Os projetos para São Lourenço do Oeste (2.900 m² de área construída), Rio do Oeste (2.200 m²), Garuva (2.200 m²), Curitibanos (8 mil m²), Rio Negrinho (4.600 m²), Araquari (4.600 m²) e Campos Novos (3.600 m²) já estão em execução. Entre as obras em andamento, os destaques são Timbó (6.857 m²) e Rio do Sul, (10.443 m²). A informação está nos relatórios deste ano da Diretoria de Engenharia e Arquitetura - DEA do PJSC.
 
O engenheiro civil Everton William Tischer, diretor da DEA, conta que os projetos e obras vão beneficiar toda a sociedade ao dar melhores condições de trabalho aos servidores e usuários, com a construção dos prédios, sua manutenção e garantias de acessibilidade e segurança. Ele adianta que ainda neste ano estão previstas reformas na comarca de Blumenau e a construção do prédio da comarca de Imbituba, as duas em fase de licitação.
 
Além desse trabalho, controlado e descrito nos relatórios, a Diretoria tem a responsabilidade de oferecer boas condições aos 127 prédios existentes. Para isso, há um orçamento anual de 15 a 20 milhões de reais, que garante o trabalho nas áreas de arquivo, almoxarifado, unidades administrativas e unidades jurisdicionais de 1° e 2º grau. À medida que o Estado cresce, o Judiciário acompanha esse ritmo, explica Tischer. "A DEA está permanentemente desenvolvendo estudos e medindo as possibilidades para instalações e reformas prediais através de planejamentos realizados a cada quatro anos, dentro dos orçamentos do Judiciário", acentua.

Na estrutura organizacional do Judiciário, a DEA funciona dentro da Diretoria-Geral Administrativa - DGA, composta, também, de seis outras (Diretoria de Gestão de Pessoas - DGP; Diretoria de Infraestrutura - DIE; Diretoria de Material e Patrimônio - DMP; Diretoria de Orçamento e Finanças - DOF; Diretoria de Saúde - DS; e Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI). Para a execução de todas essas tarefas de controle, formatação de projetos, reformas, contratação e fiscalização de mão de obra, a Diretoria possui no seu quadro de servidores cerca de 50 pessoas entre engenheiros civis, eletricistas, mecânicos, técnicos em refrigeração e edificações, eletrotécnicos e estagiários.
   
Fotos: Divulgação/DEA
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Assessoria de Imprensa/NCI







SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA

Rua Silveira de Souza, nº 60 - CENTRO
Florianópolis - Santa Catarina. Cep: 88020-410



2019 SINDOJUS / SC | Todos dos Direitos Reservados