Diretoria do Sindojus/SC apresenta ao corregedor-Geral os principais assuntos de interesse da classe

19/02/2016 16:46:11



O corregedor-Geral da Justiça, desembargador Ricardo Orofino da Luz Fontes, recebeu na tarde de hoje, dia 18, o presidente e o vice-presidente do Sindojus/SC, César Rubens Deschamps e Fernando Amorim Coelho, respectivamente. Na ocasião, estava presente também a juíza-Corregedora do Núcleo III, Simone Boing Guimarães. 

Neste primeiro encontro dos sindicalistas com o novo corregedor, tomando a palavra, o presidente do Sindojus/SC, além de agradecer pela presteza do retorno ao pedido de audiência, reiterou a intenção da Diretoria do Sindicato em trabalhar pela manutenção da parceria até o momento mantida com a Corregedoria. ?Colocamo-nos à disposição para debater e esclarecer quaisquer assuntos inerentes à categoria. Nossa intenção é trabalhar em conjunto, garantindo a continuidade dos projetos, assim como do bom relacionamento mantido até o momento com todos os dirigentes anteriores do órgão?, disse Deschamps.
Aproveitando a ocasião, os diretores do Sindicato apresentaram uma breve pauta; um relato dos principais entraves do cotidiano profissional dos Oficiais de Justiça que podem ser minimizados com a interferência da Corregedoria-Geral. Entre os temas apresentados, estava a questão da gratuidade, as alterações do novo Código de Processe Civil (CPC), as diligências desnecessárias e em lugares de risco, além da questão da necessária realização de concurso para cobrir a defasagem de Oficiais de Justiça nas Comarcas do Estado.

Sobre todos os assuntos em questão, os Diretores do Sindicato informaram ao corregedor-Geral que será encaminhado à Corregedoria documentos sobre cada tópico, ?projetos e estudos explanando a situação atual dos Oficiais, assim como sugestões para melhoria profissional da classe?, esclareceu o vice-presidente do Sindojus/SC. Nesse sentido, o corregedor-Geral informou que os núcleos da Corregedoria trabalharão juntos e que todas as sugestões serão bem vindas. Ele ainda esclareceu que as mudanças na Corregedoria foram pouquíssimas e pontuais, o que manterá uma certa continuidade aos projetos anteriormente discutidos. Inclusive, o desembargador relatou que algumas alterações já começam a ser discutidas, como o reestudo dos modelos de certidão no SAJ, por exemplo.

Os Diretores do Sindicato então aproveitaram para apresentar aos membros da Corregedoria presentes assuntos que já vinham sendo debatidos junto ao órgão, sugestões como a do uso de endereços alternativos, por exemplo. ?Como atualmente sabemos da impossibilidade de aumentar o quadro, nossa intenção é otimizar a atuação do oficial de justiça. Racionalizar o uso e acabar com os excessos em diligências desnecessárias?, esclareceu Fernando Amorim Coelho. Concordando com ele, o desembargador acredita que possa haver outras formas de racionalizar o trabalho da categoria para não amarrar o fluxo dos mandados. ?Poderíamos redistribuir, fazer o remanejamento de vagas. Já ajudaria?, completou.

O presidente do Sindojus/SC ainda informou ao corregedor sobre as ações realizadas pelo Sindicato no que se refere as questões de segurança e novo CPC. ?Realizamos seis Assembleias Regionais no Estado em 2015, tendo como mote estes dois temas e, após muitas discussões, temos muito a acrescentar sobre os assuntos no que se refere a novos projetos de melhoria para o servidor; gostaríamos de ajudar na qualidade de vida da categoria?, explicou Deschamps, lembrando que uma ação mais incisiva da Corregedoria poderia minimizar os problemas cotidianos nas Comarcas. 
Despedindo-se, o corregedor-Geral garantiu a continuidade do diálogo, sendo que os assuntos que interfiram nas condições de trabalho dos Oficiais de Justiça serão sempre tratadas com o Sidnojus/SC.





SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA

Rua Silveira de Souza, nº 60 - CENTRO
Florianópolis - Santa Catarina. Cep: 88020-410



2019 SINDOJUS / SC | Todos dos Direitos Reservados